Seminário acolhe 600 jovens missionários

Sharing is caring!

Frei Augusto Luiz Gabriel e Érika Augusto

Agudos (SP) – Começou nesta quarta-feira, 17, a 5ª edição das Missões Franciscanas da Juventude. A primeira parada foi na cidade de Agudos, no Seminário Santo Antônio, que ficou multicolorido desde o início da madrugada. O primeiro grupo chegou antes das 5 da manhã e foi recebido com muita alegria. Os voluntários iam chegando aos poucos, para acolher durante todo o dia os quase 600 participantes, vindos dos estados de SP, RJ, ES, SC, PR, RS e um pequeno grupo vindo da Bahia. Jovens, adultos, leigos, religiosas, religiosos e frades lotaram o Seminário.

Ainda na parte da manhã, os organizadores receberam os participantes e deram as primeiras instruções. O dia foi dedicado para atividades recreativas, para que os jovens pudessem interagir. Gincanas, jogos de cooperação e muita disposição pelas quadras do local. Nem a chuva, que caiu forte por alguns minutos, foi motivo de desânimo. Um banho de chuva coletivo antecipou a festa na piscina, que aconteceu no final da tarde. O sol voltou a brilhar, para alegria dos jovens.

Frei Diego Melo, coordenador do Serviço de Animação Vocacional (SAV), destaca que uma das mudanças para esta edição é o número de dias, que passou de 4 para 5. “”Há um dois ou três anos os jovens pediam um tempo maior de missão. Os jovens terão um dia a mais nas comunidades para desenvolver o trabalho e isso significa um tempo maior nas famílias que acolhem estes jovens”, afirmou. Outra novidade para esta edição é a realização de oficinas temáticas, que acontecem nesta quinta-feira. Os temas são variados e escolhidos pelos jovens e pela comissão organizadora. Sexualidade, família, vocação, política, violência, drogas, são alguns temas que serão trabalhados pelos assessores.

Na parte da noite, os participantes foram convidados a um momento de reflexão, tendo como base a parábola do bom samaritano. Os jovens de Nilópolis (RJ), fizeram uma bonita encenação, retratando temas atuais. A crítica foi dirigida contra diversos “assaltos” praticados contra os cidadãos. A corrupção, o descaso com a saúde, as diversas formas de discriminação, o desemprego, etc. Nesta atualização da parábola, não foi o samaritano que resgatou o homem pelo caminho, mas uma mãe de santo, uma transexual, uma prostituta, um pastor e jovens de grupos católicos.

Em seguida, Frei Gabriel Dellandrea, do SAV, afirmou aos jovens que os rótulos que a sociedade coloca nas pessoas impedem de olhar além e perceber a essência de cada um, concluindo a noite com um momento de oração e reflexão.

A 5ª edição das Missões Franciscanas da Juventude acontece até o próximo domingo, 22. Acompanhe diariamente em nosso site e na página do Facebook das Missões Franciscanas.

Confira o vídeo com o resumo deste primeiro e segundo dia:

Fonte: www.franciscanos.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *